A Caminho, com Maria, pelas Fontes da Alegria!

“As grandes ânforas de pedra que Jesus manda encher de água para a transformar em vinho (cf. Jo 2,7) são sinal da passagem da antiga para a nova aliança: no lugar da água usada para a purificação ritual, recebemos o Sangue de Jesus, derramado de modo sacramental na Eucaristia e de maneira cruenta na Paixão e na Cruz. Os Sacramentos, que brotam do Mistério pascal, infundem em nós a força sobrenatural e permitem saborear a misericórdia infinita de Deus.”

(Papa Francisco, Angelus, 17.01.2016)


Primeira Semana da Páscoa – ANÚNCIO ( Ver mais)
Estamos na primeira semana da Páscoa. São os primeiros oito dias, num total de cinquenta. Estes cinquenta dias são como um grande domingo, em que a Igreja celebra, com alegria e júbilo, o mistério pascal. Ao longo deste tempo, tão belo, a liturgia recorda a Mãe de Jesus, na sua profunda alegria pela ressurreição de Cristo e na sua oração com os Apóstolos, esperando confiadamente o dom do Espírito Santo (cf. CMVSM, p. 90). De Maria, a Igreja aprende também a ser mãe que gera, embeleza e alimenta os seus filhos, através dos sacramentos do Batismo, Crisma e Eucaristia. Escutemos agora um bocadinho do Evangelho, que ouvíamos na noite de Páscoa.

Segunda Semana da Páscoa - MISERICÓRDIA ( Ver mais)
Estamos na segunda semana da Páscoa. Nos primeiros séculos, os cristãos que tinham sido iluminados pelo batismo, ungidos pelo crisma e alimentados pela Eucaristia, na noite de Páscoa, apresentavam-se, no segundo Domingo da Páscoa, vestidos de branco, diante da comunidade. Por isso se chamava domingo «in albis» (de branco / em branco). Ainda conservamos a nossa veste batismal, a lembrar-nos que fomos revestidos de Cristo, pelo Batismo? Mas celebrámos também, por vontade de São João Paulo II o Domingo da Divina Misericórdia. O Evangelho deste domingo, reporta-nos à alegria dos discípulos na tarde do Domingo de Páscoa.

Terceira Semana da Páscoa - PEREGRINAÇÃO( Ver mais)
Estamos na terceira semana da Páscoa. O Evangelho deste domingo reporta-nos à cena dos discípulos de Emaús, na tarde de Páscoa. Na sua mensagem para o próximo Dia Mundial das Vocações, que assinalaremos no próximo domingo, o Papa refere este caminho que Jesus faz com os discípulos de Emaús. É um texto que bem vale a pena ler na totalidade (Lc 24,13-35).

Quarta Semana da Páscoa – VOCAÇÃO( Ver mais)
Começámos esta quarta semana da Páscoa, celebrando o Dia Mundial de Oração pelas Vocações e, em Portugal, o Dia da Mãe. E estas duas dimensões, a maternidade e a vocação, andam sempre juntas. Lembremos as belas palavras do jovem profeta Jeremias: “O Senhor me chamou desde o ventre de minha mãe” (Jr 1,5). Quer a Igreja, nossa mãe, quer a mãe que nos deu à luz, são muito importantes, para nos conhecermos a nós mesmos e conhecermos a vontade de Deus a nosso respeito. Deus espera a nossa resposta, quando nos chama.

Quinta Semana da Páscoa - SERVIÇO( Ver mais)
Estamos ainda em Páscoa. Vivemos a feliz experiência da visita do Papa Francisco ao Santuário de Fátima. Que bela é a multidão dos fiéis, em oração, contando sempre com a presença de Maria, nossa Mãe. Agora é preciso que cada um se torne um bom servidor da comunidade, tal como os serventes, nas bodas de Caná (cf. Jo 2,5), prontos a fazer tudo o que o Senhor nos mandar. A Igreja precisa de todos, do serviço humilde de cada um, para crescer como templo espiritual.

Sexta Semana da Páscoa – TESTEMUNHO( Ver mais)
Estamos na sexta semana da Páscoa. Aproxima-se o Pentecostes e, com ele, a festa do Espírito Santo, que nos é dado, não para ser guardado, mas para se tornar mais forte e mais belo o nosso testemunho de Cristo.
A sexta semana da Páscoa prepara-nos já para o acolhimento do Espírito Santo, que nos é dado, para o TESTEMUNHO. Os cristãos da Samaria experimentam a alegria de quem acolhe a Pala6ra e é ba78ado, mas precisam de ser confirmados na fé, pelo testemunho dos Apóstolos Pedro e João. Os Apóstolos transmitem-lhes o dom do Espírito Santo, para fa8er dos cristãos testemunhas corajosas do E6angelho. É preciso que eles estejam sempre prontos a dar testemunho das ra8ões da sua esperança no Senhor (cf. 1 Pe 3,15-18). Pelo que, nesta semana, somos desafiados a 6alori8ar o testemunho corajoso e contagiante de uma fé, alegre e audaciosa. O testemunho é a primeira forma de evangelização.

Sétima Semana da Páscoa – ESPERANÇA( Ver mais)
Celebrámos a Ascensão. “A Ascensão de Cristo é a nossa esperança: tendo-nos precedido na glória para aí nos chama como membros do seu Corpo”. Deste modo, a Ascensão do Senhor desperta em nós os desejos da pátria celeste e ilumina os olhos do nosso coração, para compreendermos a que esperança fomos chamados (cf. Ef 1,17-23).
Às vezes, esquecemos que a nossa ESPERANÇA em Cristo não é apenas para viver melhor a vida presente. É esperança da vida eterna, daquela vida em plenitude que só em Deus, poderemos alcançar. Por isso, queremos ir para o Céu, com esta certeza: não é Deus que está no Céu. É o Céu que está em Deus.

{fshare id=378} {plusone id=378}

A Paróquia EnCanta

Os coros da Paróquia de Nossa Senhora da Boavista aceitaram o desafio de cantar por um projeto solidário, a associação VinPor Ti (Voluntariado Internacional por Timor). A Associação é um projeto missionário que gemina a Paróquia com a Diocese de Baucau, Timor Leste.

O CD encontra-se disponível na secretaria paroquial.

{fshare id=424} {plusone id=424}

Acólitos portugueses vão participar em peregrinação internacional a Roma

O Serviço Nacional de Acólitos vai participar com 325 portugueses na peregrinação internacional desse setor a Roma, de 30 de julho a 3 de agosto, numa viagem acompanhada pelo presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade.

“Serão dias de festa, de convívio e de oração. Que a nossa presença em Roma seja um estímulo a escutarmos a voz de Jesus que nos chama ao Seu serviço, não só ao altar mas na entrega da nossa vida, com a nossa juventude e alegria”, escrevem os responsáveis pelo Serviço Nacional de Acólitos (SNA), numa mensagem enviada à Agência ECCLESIA.

Entre os representantes portugueses irão alguns acólitos da nossa paróquia.

Ler mais >>

{fshare id=464} {plusone id=464}

Advento: ÁRVORE DOS SONHOS

 

IV Semana do Advento

Objectivos das Famílias: Famílias, berço de esperança

Objectivos da Comunidade: Comunidades, capazes de irradiar a esperança! Esperar contra toda a esperança no meio das dificuldades (AL 116-117; 275)

Compromisso Familiar: Visita e ajuda a famílias em dificuldades…

Compromisso Eclesial: Comunidades atentas aos casais novos.

Actividades Comunitárias: Bênção dos casais; partilha de Natal com famílias carenciadas…

 

III Semana de Advento

Objetivos da Família: Famílias evangelizadoras

Objetivos da Comunidade: Comunidades missionárias

Compromisso Familiar: Fazer da nossa família “uma boa notícia para o mundo” (AL 1). … Na família, somos todos sonhadores, todos evangelizadores.

Compromisso Eclesial: Na comunidade, somos todos mensageiros, todos «discípulos missionários» (EG 119-121).

Atividades Comunitárias: Preparar / Levar / Enviar a mensagem de Natal! … Promover uma festa paroquial, intergeracional…

 

II Semana do Advento

Objectivos da família: Famílias fecundas, “Toda a árvore que não dá fruto será cortada” (cf. Mt 3,1-12)!

Objectivos da comunidade: Comunidades geradoras de vida cristã!

Compromisso familiar: Valorizar a família, como santuário de vida (AL 83), famílias fecundas (AL 80-85; 166-167), através de uma fecundidade alargada (AL 178-184).

Compromisso eclesial: Comunidades acolhedoras, atentas aos seus novos rebentos.

Atividade comunitária: Bênção dos bebés nascidos neste ano.

I Semana do Advento

Objectivos da família: Famílias imperfeitas são casas em construção.

Objectivos da comunidade: Comunidades construídas à imagem de uma família!

Compromisso familiar: Vigiar para que “a Casa” (a Família) não seja arrombada (cf. Mt 24,37-44). Fazer da família, igreja doméstica (AL 15; 86): “Se o Senhor não edifica a casa, em vão … vigiam as sentinelas” (Sl 127,1).

Compromisso eclesial: Valorizar a Igreja / Paróquia como “Casa e escola de comunhão” (cf. NMI 43). Viver a alegria do encontro em comunidade: “Iremos com alegria para a casa do Senhor” (Sl 121/122).

Actividade comunitária: Bênção de casas. Visita aos doentes.

[widgetkit id=60]

{fshare id=357} {plusone id=357}

Agenda Pastoral

A maioria dos grupos paroquiais já se reuniu para elaborar a agenda pastoral para o ano 2015-2016. Pedimos que, entre esta semana e a próxima, sejam entregues os restantes planos para concluir a Agenda Pastoral deste ano.

{fshare id=136} {plusone id=136}